Dicas Sobre como Cuidar de Orquídeas

10/09/2013
Orquídea

Orquídea

Como cultivar orquídeas em vasos

Os vasos em que as orquídeas serão plantadas podem ser de xaxim, cerâmica ou até mesmo plástico, e devem ser preenchidos com isopor e brita. Depois, basta cuidá-las corretamente. Esse tipo de cultivo é vantajoso para quem dispõe de pouco espaço para plantas, contudo, caso elas não recebam água, podem morrer.

Como cultivar orquídeas em troncos

Essa é uma ótima opção para quem tem espaço suficiente para as flores. O mais comum é que elas sejam plantadas em árvores, mas quando isso não é possível, pode-se optar por troncos secos. Após isso, seguem-se os cuidados básicos. Esse tipo de cultivo exige podas mais frequentes.

Orquídeas em troncos

Orquídeas em troncos

Como cultivar orquídeas em apartamento

Para que as flores no vasos e desenvolvam bem em apartamentos, é necessário deixá-las próximas à janela, mas com algum tipo de proteção, como uma cortina, para evitar o excesso de sol. A vantagem desse tipo de cultivo é que serve como decoração do apartamento. Entretanto é necessário dedicar uma atenção ainda mais especial às plantas, trocando-as de lugar sempre que necessário.

Orquídeas dentro de casa

Orquídeas dentro de casa

Princípios básicos para o cultivo de orquídeas

Preferidas pelos decoradores, as orquídeas são flores charmosas que dão um toque especial a qualquer ambiente. Entretanto essas flores são frágeis e delicadas, e qualquer mudança brusca de temperatura pode estragá-las.

É importante salientar que elas devem ficar bem abrigadas, pois ventos fortes podem ser muito prejudiciais a elas. Para que cresçam fortes e bonitas, é necessário que alguns cuidados básicos sejam tomados.

Primeiramente, o lugar pra estas flores plantadas deve ser quente e úmido. O solo deve ser cuidadosamente preparado com adubo em abundância, e a terra deve ser generosamente regada antes do plantio.

Cuidando de Orquídeas

Cuidando de Orquídeas

Embora necessitem de calor, as orquídeas não podem permanecer no sol por muito tempo, visto que isso pode queimar seus galhos e flores. Por esse motivo, deve-se analisar muito bem o local onde se pretende plantá-las, para que na maior parte do dia elas fiquem na sombra.

Uma terceira dica é regar as plantas a cada dois dias, exceto em tempos frios, quando é possível suspender as regas. O adubo deve ser inorgânico, e o ideal é que ele seja aplicado a cada duas semanas. Contudo, nos meses de outono e inverno, o mesmo pode ser suspenso. A rega também deve ser frequente, feita de dois em dois dias, a não ser em dias frios, quando pode ser suspensa. Outras dicas interessantes de como cultivar algumas espécies de orquídeas: Rega correta: mesmo que esteja no dia de regar a planta, caso o substrato da mesma ainda esteja úmido, a rega não deve ser realizada. Também é imprescindível saber que a água deve ser colocada somente sobre a terra e não sobre as flores da planta, pois flores molhadas são os principais alvos de bactérias, fungos e pulgões.

Replantio: essas flores devem ser replantadas assim que surgirem novos bulbos. Para replantar, seguem-se as mesmas orientações do primeiro plantio, sendo que ao menos quatro raízes da planta devem ser separadas para cada parte a ser plantada. É interessante salientar que as ferramentas utilizadas para esses procedimentos devem estar devidamente esterilizadas, para que não haja o risco de as plantas serem contaminadas com doenças e vírus.

Tipos de orquideas indicados para cada região

Há espécies de orquídeas que se adaptam melhor a determinadas regiões. Entre elas estão:

Orquídea Encyclia

Orquídea Encyclia

Encíclia (Encyclia): Centro-Oeste.

Cimbídium (Cymbidium): Sudeste.

Orquídea Cirtopódium

Orquídea Cirtopódium

Cirtopódium (Cyrtopodium): Nordeste.

Orquídea Cochleanthes amazonica

Orquídea Cochleanthes amazonica

Cocheleantes (Cochleanthes amazonica): Norte.

Orquídea Aspásia

Orquídea Aspásia

Aspásia (Aspasialunata): Sul.

Existem também as que se adaptam a qualquer região do Brasil: Falenópsis (Phalaenopsis), Catleia (Cattleya) e Chuva-de-ouro (Oncidium).

Imagens: tvg.globo.com, paisagismodigital.com, tocadacotia.com, comoplantarorquideas.com, plantasonya.com.br, aorquidea.com.br

Compartilhe este artigo

Receba promoções no seu email!

Cadastre-se e receba as melhores promoções diretamente no seu email!

8 Comentários para “Dicas Sobre como Cuidar de Orquídeas”

    • olivan souto

      Sou apaixonada por órquideas. Acho lindas!! Fico horas e mais horas olhando a beleza delas no seu site

      Responder
  1. magaly mattar

    Achei que deveria ser mais explicito qto a ppreparação de solo, adubo…hj, é a flor que se ve mais as pessoas comentarem e cultivarem…

    Responder
  2. Suely

    Bom Dia!!

    Gostaria de saber porque minhas orquídeas fiam com as folhas maravilhosas mais nunca dão flores mesmo estando em local apropriado.
    Desde já agradeço pela atenção.

    Obrigado

    Responder
  3. Susete lourenco

    Adorei dica eu pensava que podia regar minhas orquídeas uma vez por semana

    Responder
  4. maria palma

    queria saber se depois que as flores morrem devo cortar aquela aste da flor,obrigada se puerem me ajudar!!!!!!!!

    Responder
  5. EDUARDO STAUBER

    sou apaixonado pelas plantas ´, flores e tudo que é da natureza.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>