Graciosa e Resistente: Astromélia é uma Ótima Opção para Decorar e Presentear

7/08/2014

Nativa da América do Sul, essa espécie vegetal é comumente encontrada no Peru, no Chile e no Brasil. As cores são variadas e, em geral, a flor apresenta seis pétalas idênticas ou quatro iguais e duas distintas, que atraem agentes polinizadores, como abelhas e outros insetos. Muitos tipos de astromélia são perenes, o que faz dessa planta uma ótima opção para quem deseja deixar a casa e o escritório sempre floridos.

Se a intenção for presentear alguém, essa é a flor certa, pois simboliza amizade, felicidade e saudade. Assim, um belo arranjo de astromélias é a alternativa ideal para dar em ocasiões como aniversários, reencontros, Dia do Amigo e até mesmo para pedir desculpas, demonstrando gratidão e afeto a alguém. Vale ressaltar que, além de bonita, essa espécie se desenvolve com facilidade e se mantém viçosa o ano todo, desde que alguns cuidados sejam seguidos.

Essa é uma planta que não tolera frio e falta de umidade. Portanto não convém deixá-la em locais abertos durante o inverno nem prolongar demais o intervalo entre as regas. Para que a flor se desenvolva de modo satisfatório, é importante manter a terra do vaso ou do canteiro sempre úmida e fértil. Por isso, regas e aplicação regular de adubo orgânico são precauções fundamentais. Além disso, as astromélias gostam muito de sol, mas, para que as pétalas não se queimem, é preciso mantê-las à meia-sombra.

Quando cultivada de maneira adequada, essa planta pode alcançar de 20 a 25 cm de altura. No entanto, como se desenvolve rapidamente, é aconselhável cultivá-la de forma isolada para que não afete outras espécies próximas. A folha da astromélia também merece destaque, pois apresenta um comportamento incomum, conhecido na botânica como ressupinação. Isso significa que ela tem uma torção na base; desse modo, o que parece ser a parte de cima da folha é, na verdade, a parte inferior.

As astromélias se perpetuam por meio de sementes pequenas, arredondadas e duras e também por meio da divisão da planta. As raízes desse vegetal tendem a ser carnosas e fibrosas. Algumas vezes, essa parte chega a ser tuberosa, como as raízes das dálias. Uma curiosidade interessante é que certas variedades são comestíveis e podem ser usadas na fabricação de farinhas.

Graciosa, também é conhecida como míni lírio, devido à sua semelhança com tal espécie e ao seu tamanho reduzido. Com grande potencial para ornamentação, é bastante usada na produção de buquês de noiva e na decoração de cerimônias e festas de casamento. Cultivada em larga escala como planta de corte, pode ser encontrada em diversas cores: branca, vermelha, rosa e amarela. Há também belíssimos exemplares mesclados. Com relação ao número de vendas, só perde para as tradicionais rosas. Em 2013, apenas uma cooperativa de Holambra/SP vendeu 25 milhões de ramos de astromélia.

Compartilhe este artigo

Receba promoções no seu email!

Cadastre-se e receba as melhores promoções diretamente no seu email!

Deixe um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>