Salas Decoradas com Arranjos de Flores

29/04/2021

Dica de como fazer os arranjos de flores se manterem lindos por mais tempo 

Como é bom receber presentes e também nos presentear com um lindo vaso de flores. Geralmente algo assim sempre marca um momento especial das nossas vidas – um aniversário, formatura ou simplesmente o dia do amor. 

Certamente algo assim, exposto em salas decoradas da nossa casa, nos deixa mais alegres, renovando as nossas energias para um novo dia. Mas como podemos garantir que este sentimento dure o máximo de tempo?

Em dias, inevitavelmente as espécies vivas sem raízes – sendo só galhos cortados para a formação de arranjos – vão perdendo a vida. Então, aquela mágica inicial, por assim dizer, vai passando, as cores vão desbotando e todo o frescor e o aroma que se sentia antes vai embora. Contudo, especialistas em flores ensinam truques para manter os buquês por mais tempo dentro de casa. 

 

doob arquitetura

Combinando flores em vasos com a decoração de sua sala

Arranjos de flores vivas são excelentes complementos para salas decoradas. Mas, acredite, nem sempre elas serão bem-vindas ou contribuirão de forma positiva para o visual destes cenários. 

Precisamos nos perguntar se o toque delicado destas espécies não vão comprometer, de algum modo, a estética desses ambientes. Imagine, por exemplo, colocar um vaso com flores do campo num cômodo de estilo high-tech. Será que combinaria?

Existem mais questões que precisamos comentar nesse texto. A primeira delas é que cada soma de cor dada às salas decoradas das residências – mesmo que por curto período de tempo – pode alterar a percepção que temos dos ambientes que habitamos. 

Assim, quanto maiores ou de cores mais intensas forem os arranjos de flores escolhidos, maior será o impacto disso sobre a produção visual das casas. Lembre-se sempre disso.

 

Revista Viva Decora

Arranjos de cores variadas, com hastes em diferentes sentidos e alturas, também tendem a exercer forte presença em cenários decorados. Mas é preciso estar muito atento com uma combinação como essa. 

É que tem flores que duram menos se estiverem muito próximas – como é o caso dos jacintos e dos narcisos, que emitem substâncias que prejudicam umas às outras. Assim como as que duram menos por estarem perto de tigelas de frutas.

Para não “quebrar” a harmonia visual da casa, podemos pensar em como combinar melhor as cores de um arranjo à sua decoração. Quer uma dica? 

Pense nas combinações que geralmente são utilizadas por decoradores profissionais. Por exemplo, um um pano de fundo de parede ou de móvel em tom azul destacando um arranjo em tom de laranja; ou uma sala pintada de verde limão combinada a um arranjo em roxo e vermelho.

Tudo é uma questão de bom senso e de bom gosto. Você precisa olhar para as salas decoradas que deseja incrementar com o colorido das flores e apostar nos seus sentidos para definir que arranjo combinaria com elas.

 

Cristina Zangiancomi Andrade

Cuidados básicos com arranjos de flores

Recipiente

Vamos começar esse tópico falando sobre o tipo de vaso que favorece arranjos de flores. Bem, as peças mais indicadas são aquelas de vidro transparente – altas, para buquês de caules longos e flores menores, ou baixas, para buquês menores e de flores mais “gorduchas”. Certifique-se de que este recipiente esteja sempre limpo e que, preferencialmente, tenha o gargalo mais amplo possível, para não apertar as hastes.

 

Revista Viva Decora

Buquê

Teoricamente, podemos fazer arranjos com diversas flores e galhos verdes. Na hora de montar o buquê, faça um corte destes caules na diagonal, para garantir que a absorção de água aconteça por mais tempo. Toda vez que você for fazer a higienização do vaso, corte outra vez os caules, eliminando a parte mais velha de cada ponta. E não esqueça também de eliminar todas as folhas e flores que estejam mortas e em contato com a água.

 

Revista Viva Decora

 

Revista Viva Decora

 

Água

Agora vem a parte mais importante desse texto – digamos o “pulo do gato” -, que faz relação com o tratamento que precisamos dar à água dos vasos de arranjos de flores. É nisso que está o segredo da maior duração destes buquês nas decorações de interiores.

Primeiro, é preciso relembrar que esses vasos precisam estar sempre limpos. Se possível, troque a sua água diariamente. Uma dica muito boa é, quando as flores estiverem apenas com botões, utilizar água fria. 

Passado alguns dias, a recomendação é utilizar água morna ou em temperatura ambiente para que os caules cortados absorvam melhor a água. Tudo isso deve ajudar a provocar um efeito chamado de “endurecimento de hastes”.

 

Revista Viva Decora

 

Ana Luisa Previde

Todas as folhas e flores mortas em contato com a água precisam ser retiradas do vaso. Para conservar aquelas que ainda estiverem vivas, você pode pingar, na água, algum conservante que contenha biocidas que impedem as bactérias de se propagar – um exemplo é a mistura de refrigerante cítrico com branqueador. Duas gotas de água sanitária no vaso também deve ajudar a manter as flores bonitas por mais tempo.

Por fim, é só escolher um lindo local para expor o seu arranjo de flores. E controle para que ele não fique exposto à luz solar excessiva ou ao calor de algum equipamento ou lâmpada. Daí é só aproveitar a beleza deste lindo ornamento dentro de sua casa.

Essas dicas de como decorar salas com arranjos de flores foram criadas pela equipe Viva Decora.

 

 

Compartilhe este artigo

Deixe um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>