Blog da Giu |Conheça as principais plantas aquáticas

4/07/2021

Você sabia que as plantas aquáticas têm se tornado uma tendência paisagismo? É isso mesmo, cada vez mais pessoas e empresas têm escolhido essas plantinhas para decorar tanto ambientes internos como externos. Por isso, a Giuliana Flores apresenta para você as melhores plantas aquáticas para se usar na decoração. Veja!

As principais plantas aquáticas

Flor de Lótus

A Flor de Lótus pertence à família botânica das Ninfeáceas, uma espécie que nasce normalmente em locais úmidos e alagados.  Ela se destaca por ser exótica e ter significados diferentes em muitas culturas orientais.

Suas principais características são:

  • Ser uma planta de pequeno porte com 50 cm de altura;
  • Caule e raiz ficam submersos na água;
  • Suas flores chegam a medir 25 cm de diâmetro.

A melhor maneira de cultivar a flor de lótus e mantê-la saudável é em lagos, tanques ou espelho d ‘água. Porém, é necessário que a sua plantinha tenha exposição direta ao sol para ela poder absorver os nutrientes necessários.

flor-de-lotus-planta-aquatica

Salvinia Auriculata

É uma das plantas aquáticas mais conhecidas do mundo.  A sua reprodução é feita em qualquer ambiente que tenha um pouco mais de umidade. Popularmente é conhecida como “Mururé Carrapatinho” e “Orelha de Onça”, ela é utilizada em aquário e fontes decorativas. Seu formato único é ideal para decorar ambientes externos.

Salvinia-Auriculata

Eichhornia Crassipes

A Eichhornia Crassipes é uma planta aquática popularmente conhecida como Planta Aguapé, Baronesa, Orelha de Jegue, Jacinto D’água e Miriru. Sua característica é ser formada 95 % por água, sendo um abrigo natural para diversos organismos.

Por ser uma planta de reprodução muito rápida, a Eichhornia Crassipes costuma ser um grande problema para a navegação em rios. Além disso, ela também atrapalha o funcionamento das usinas hidroelétricas, já que acaba povoando boa parte dos reservatórios.

Eichhornia-Crassipes

Sombrinha-Chinesa

Seu nome científico é Cyperis Alternifolius, mas ela tem o apelido de “sombrinha-chinesa” por causa da forma de suas folhas, que são perenes, verdes, estreitas e eretas, o que faz com que ela tenha o formato semelhante a uma sombrinha.

A sombrinha chinesa é uma planta que deve ser cultivada em sol-pleno ou meia-sombra. Sendo ideal para decorar lagos ornamentais.  Na fase adulta, ela chega a medir até um metro de altura e sua propagação se dá por sementes.

Sombrinha-Chinesa

Alfaces D’água

Pertencente à família das Araceae, a alface D’água é uma planta aquática que possui 104 gêneros e mais de 3.000 espécies diferentes. Possui características ornamentais e, por isso, é muito utilizada na decoração como planta flutuante.

A Alface d’água é a planta ideal para ser cultivada em aquários, lagos, fontes e espelhos de água. Ela não tolera temperaturas baixas, e vive em águas rasas. Porém, se adapta com facilidade a lugares mais profundos.

alface-de-água

Gostou de conhecer mais sobre as belas e exóticas plantas aquáticas? Então, veja a seção de jardinagem do Blog da Giu e aprenda muito mais sobre o universo das flores.

Deu vontade de ter uma plantinha em casa? Visite a coleção exclusiva da Giuliana Flores e escolha aquela que mais combina com você.

Compartilhe este artigo

4 Comentários para “Blog da Giu |Conheça as principais plantas aquáticas”

  1. Avatar

    Lindas flores!!!! Gostaria de comprá-las. Mas não encontrei os contatos. Agradecida. Preta

    Responder
  2. Avatar
    Adriana - Aracaju/SE

    Gostei das dicas, vão me ajudar a cuidar melhor das minhas plantas.

    Responder
  3. Avatar

    Com belas plantas aquáticas assim dá vontade de sair cavando um logo em casa rs.

    O cultivo dessas plantas é incrível a lótus, por exemplo produz sementes e ficam no fundo de lagos e depois nascem.

    Para alguém plantar é só jogar a semente no fundo de um recipiente com muita agua e terra que ela irá nascer

    Responder

Responder para Adriana - Aracaju/SE

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>