Geleia- uma delícia para todos os momentos!

1/04/2015

Dificilmente você encontrará uma pessoa que não goste de geleias! Leves, docinhas e saborosas, elas são a opção perfeita para acompanhar diversos alimentos! Elas ficam perfeitas como recheios de tortas, coberturas de cheescakes e bolos, irresistíveis no café da manhã quando passadas no pão ou na bolacha salgada e simplesmente divinas quando dentro de chocolates!

Por sua versatilidade e facilidade de preparo, a geleia é bastante consumida aqui no Brasil e diversos lugares do mundo, mas, você sabe de onde e como ela surgiu? Tudo começou com a preocupação humana em conservar alimentos, entre eles, as frutas. Os árabes costumavam fazer esse tipo de conserva para fins medicinais, uma vez que frutos são capazes de ajudar em diversas doenças. Mas, de acordo com a história, o consumo de geleias começou entre o século 1 e 4, geralmente feitas de marmelo e mel. A técnica de fazer compotas de doce é tão antiga que inclusive há uma receita no livro “Notas de Cucina de Leonardo da Vinci” (sim, Leonardo da Vinci, além de todos os atributos, tinha um livro de receitas) com uma receita de geleia de marmelada de couve. Não parecia ser muito apetitoso, não é mesmo?

Já na Idade Média as confeitarias já vendiam as geleias em compota, só que dessa vez usavam várias frutas além do marmelo. A receita era bem simples como a de hoje: a fruta era fervida com açúcar ou mel e colocada em potes. No século 16, Nostradamus (um médico alquimista e astrólogo) lançou um livro todo dedicado à geleias, pois acreditava no poder medicinal das frutas, assim como os árabes. Com o avanço dos anos, a técnica continua a mesma, ou seja, a fervura de frutas com açúcar ou outros ingredientes equivalentes. Então, que tal presentear quem você gosta com cestas que tenham geleia ou garantir o doce para um café da manhã a dois?

Compartilhe este artigo

Um comentário para “Geleia- uma delícia para todos os momentos!”

  1. Maria Rosa

    Eu estou a cada dia mais apaixonada por geleias. Quero conhecer mais…

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>