Plantas Carnívoras | A Giuliana Flores conta tudo para você

24/05/2021

Você já ouviu falar sobre as plantas carnívoras, essas espécies que despertam a curiosidade e instigam as pessoas? Para ajudar você a saber tudo sobre essa plantinha incrível, a Giuliana Flores preparou um post especial Veja.

O que são as plantas carnívoras?

As plantas carnívoras são uma espécie de vegetal que tem propriedades insetívoras, o que lhes permite capturar pequenas presas. Isso ocorre porque a plantinha precisa de um complemento nutricional, pois geralmente cresce em locais onde o solo é pobre em nutrientes como nitrato e fosfato.

Entre as principais presas das plantas carnívoras estão: insetos, aracnídeos, anfíbios, répteis e até aves de pequeno porte. Quando capturadas, esses pequenos animais são digeridos por enzimas que os transformam em pequenas proteínas absorvidas pela planta carnívora.

As plantas carnívoras são espécies que se encontram em maior número na região tropical do planeta, principalmente na Austrália, Sudeste Asiático e as Américas. No Brasil, existem 80 variações dessa plantinha, que ficam localizadas nos estados da Bahia, Goiás e Minas Gerais.

Conheça as principais espécies de plantas carnívoras

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que são as plantas carnívoras, que tal conhecer as principais espécies dessa plantinha tão especial? Confira a lista que Giuliana Flores preparou.

Sarracênia – Sarracenia spp

A Sarracênia é uma espécie de planta carnívora que tem um aspecto semelhante a um cálice. Suas principais características são: possuir uma gosma pegajosa em seu interior, o que facilita a captura da presa e a dissolução dos insetos. Assim elas os transformam em uma sopa que é absorvida pelas folhas.

 

Serracênia é uma planta carnívora que se assemelha a uma cálice

Serracênia é uma planta carnívora que se assemelha a uma cálice

Dionéia – Dionaea muscipula

Uma das plantas carnívoras mais conhecidas é a Dionéia. Ela tem pelos distribuídos em seu interior que são responsáveis por avisá-la da presença de insetos. Quando as presas encostam nesses pelos, as folhas se fecham e completam a captura do alimento. Seu néctar é adocicado e serve como armadilha para atrair pequenos insetos.

Dionéia é uma planta carnívora

Dionéia é a espécie mais conhecida

Orvalinhas – Drosera

As Orvalinhas são um tipo de planta carnívora que também tem como característica principal a presença de pelos sensíveis. Porém, nesse caso eles contêm gotículas pegajosas nas pontas, que servem para atrair e capturar as presas que repousam sobre as folhas.

 

Orvalinhas

Orvalinhas é conhecida por sua gosma pegajosa

A Darlingtonia e Heliamphora

As plantas carnívoras conhecidas como Darlingtonia e Heliamphora não produzem nenhuma espécie de enzima para ajudar na digestão de insetos. Por isso, elas dependem da ação de fungos e bactérias contidos em suas folhas, o que torna o processo de absorção de nutrientes muito mais demorado.

Darlingtonia

Darlingtonia é uma das poucas espécies que não produzem enzimas

 

Curtiu conhecer mais sobre as plantas carnívoras? Dê uma passadinha na seção Tipos de Flores do Blog da Giu e fique por dentro deste rico universo.

Bateu a vontade de ter uma linda plantinha em casa? Visite a seção de flores plantadas da Giuliana Flores, está imperdível!

Compartilhe este artigo

5 Comentários para “Plantas Carnívoras | A Giuliana Flores conta tudo para você”

  1. Avatar
    Zenir Boanova

    Gostei…É muito bom ter alguém que nos dê informações.Sucesso….

    Responder
    • Avatar
      cristina carvalho

      mais eu nem sabia que erra carnivora ela parece uma estrela ganhei da minha sogra ela estava morrendo na casa dela tenho fotos da flor adoro flor

      Responder
  2. Avatar
    ELINEIDE

    amei conhecer um pouco sobre as flores carnívoras. principalmente a sarracenia e a orvalinhas.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será publicado)

XHTML: Você pode usar estas tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>